Quem sou eu

Minha foto
Bom, me chamo Leonardo, tenho 21 anos, tenho distrofia muscular, eu escrevo com o intuito de poder de alguma maneira poder passar alguma mensagem positiva do que ja vivi e o que vivo diariamente. Escrever aqui me ajuda muito, espero que o que escrevo ajude quem lê também.

terça-feira, 16 de junho de 2015

Disco Voador



 Discos voadores, são objetos criados do fundo da imaginação humana, vistos por nós em diversos filmes,algo que não sabemos se realmente existe, nem ao menos sabemos sua forma exata, se eles existem, acredito que não deve existir um padrão, cada um deve ter sua forma e tamanho distintos... Quando acreditamos ter visto algum, voando nos céus chamamos de OVNI'S (Objetos voadores não identificados).
Agora vamos pensar que cada um dos seres que vivem na terra, são discos voadores, por olhares distantes, todos nós somos feitos de carne e osso, todos humanos são igualmente humanos, não temos diferença alguma, todos seguimos o mesmo padrão, assim como Ovnis, todos iguais, são apenas Ovnis.
Mas sendo humano desde o dia que nasci, sei, ou ao menos acho que sei que cada homem, cada mulher que vive aqui entre nós é um ser diferente, mesmo de certa forma seguindo um padrão visual, cada um de nós têm seu próprio... Cada um desses discos voadores, tem seu jeito de ver os outros, a sua maneira de enfrentar dificuldades, o seu modo de viver, e cabe a nós sabermos conviver com isso, sabendo que nem todos vão voar do mesmo jeito, que nem todos vivem do nosso jeito... A Vida nada mais é que um universo cheio desses objetos que desconhecemos, que adoram voar por ai na maneira que lhes é adequada...
Pare de tentar por um padrão, um sistema em tudo a sua volta e apenas faça parte, apenas se junte aos outros mesmo que não seja igual, saiba acolher os diferentes, os" fora de padrão"... Pois o padrão é algo que desconhecemos, como pode caber a nós ditar um ? Não sabemos se o padrão é ser igual ou ser diversificado.



terça-feira, 9 de junho de 2015

Filmes

Eu gosto bastante de assistir filmes... Poder de certa forma compartilhar da criatividade, emoção de pessoas que os criam... Não importa o gênero do filme, sempre existe uma relação com a realidade... As vezes com muita fantasia, as vezes nem tanto, cada filme mostrando o mundo como é, mas de pontos de vista diferentes, tem lado pessimista, o lado bem humorado, o lado infantil, etc. 
  Muitas vezes me pego imaginando que nossa vida é um longa-metragem, cada dia de um gênero diferente. Toda vez que colocamos o pé pra fora de casa, uma aventura diferente vai acontecer... Não importa do que se trata o filme que é minha vida, tento sempre deixar meu lado bem humorado, criativo e infantil...  Por que o que seria da gente sem nosso lado criança?.. Enfim, apenas não faça da sua vida, todos os dias um drama... Viva o lado bom da vida, porque sempre existe.