Quem sou eu

Minha foto
Bom, me chamo Leonardo, tenho 21 anos, tenho distrofia muscular, eu escrevo com o intuito de poder de alguma maneira poder passar alguma mensagem positiva do que ja vivi e o que vivo diariamente. Escrever aqui me ajuda muito, espero que o que escrevo ajude quem lê também.

sábado, 18 de abril de 2015

O texto a seguir, foi feito por minha irmã mais nova, uma redação para o colégio, gostei tanto, que perguntei se ela deixava eu postar no blog, como ela gostou da ideia, ai vai o texto:

                                           Árvore

  Eu sou uma árvore, me considero muito grande mesmo. Moro na Floresta Amazônica.
   Bom, meu dia é sempre assim, fico parada aqui, vendo os pássaros passando e voando, as  minhas folhas ficam balançando com o vento e o tempo demora muito para passar, e penso na vida quase o dia inteiro.
    No fim do dia, começa a escurecer, então os pássaros voltam para seus ninhos e o vento começa a ficar mais e mais forte e eu adormeço.


    Por: Giovana Ferreira de Salles

terça-feira, 14 de abril de 2015

O vento


Sempre que vejo uma folha que se desprende , indo em harmonia  com o vento, imagino de onde ela poder ter vindo, para onde vai... Por que aquela folha, justo aquela, tem que ser levada por ai? 
Eu penso em mim como uma folha, e a vida como o vento... Eu posso muitas vezes achar que não tem motivo pra algo acontecer, pro vento me levar pra tal lugar, pra tal pessoa... Mas quando paro de fato para pensar ,vejo cada vez mais que tudo tem um motivo, tanto a folha que se soltou da árvore e voou com o vento por ai,  quanto cada pessoa que passa por nossas vidas, cada mensagem que elas nos passam, cada momento que vivemos.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Aniversário

   

  É, parece que hoje estou ficando mais velho... 21 anos...
Nesse tempo de vida, aprendi muitas coisas.  Aprendi que se chorasse os outros me dariam atenção e colo, que se sorrisse iriam achar bonitinho, aprendi a ser criança, brinquei muito, briguei, aprontei, coisas que crianças aprontam, muito fiquei de castigo.
Aprendi também, que a vida de fato não é fácil, mas também não é difícil, ela é do jeito que deve ser, nos mostra sempre que somos felizes, basta a gente saber ver isso.
Eu de agora, sou muito melhor que o eu de 10 anos atrás, sou mais próximo de meus pais, dos meus amigos, aprendi a não ter raiva das pessoas, aprendi a viver hoje como se não houvesse o amanhã. 
Esse tempo me ensinou a viver, amar, sorrir, chorar... Sorrir principalmente.
Cada ano que se passa, mais aprendemos, e isso me deixa feliz, eu quero cada vez mais, aprender mais e mais coisas. Feliz aniversário, não importa se não está de aniversário, viva como se estivesse.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Esta calçada é onde tem a parada de ônibus, era difícil eu subir com minha cadeira, muitas vezes ela trancava, então meu pai, foi lá e fez essa rampa, pra eu poder subir com mais facilidade na calçada e poder pegar o ônibus...
O que nossos pais não fazem por nós, não é mesmo? Não importa o quanto algo seja difícil, eles sempre dão um jeito. Eles estão la nas horas mais difíceis, não só na questão de fazer uma rampa, mas em qualquer momento em que precisamos de ajuda.
As vezes estão com nós, mesmo não estando tão perto assim. E não estão só nas horas ruins, nãos horas felizes também.