Quem sou eu

Minha foto
Bom, me chamo Leonardo, tenho 21 anos, tenho distrofia muscular, eu escrevo com o intuito de poder de alguma maneira poder passar alguma mensagem positiva do que ja vivi e o que vivo diariamente. Escrever aqui me ajuda muito, espero que o que escrevo ajude quem lê também.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Vida

 A morte, é algo que eu nunca temi. Assim como existe o início da vida, precisa ter um fim, mas isso de forma alguma é algo triste, acredito que todos temos a hora certa pra irmos, que precisamos conhecer a vida a nossa volta, precisamos de fato viver, viver a vida ao máximo, aproveitando tudo que ela tem de bom, pois uma hora chega o nosso momento. Então quando meu dia chegar, eu sei que estou pronto, pois é o que está reservado pra mim, e, de modo algum quero que as pessoas que gosto fiquem tristes por mim, quero que eles aproveitem suas vidas assim como eu faço, pois não suporto ver ninguém triste, a única coisa que temo é ver alguém que amo chorando. Então pense, se perdeu alguém, essa pessoa iria gostar que se fechasse pra vida? Acho que não.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

O tempo

 O tempo, algo tão assustador e ao mesmo tempo tão maravilhoso. Ele vai nos fazendo sofrer, nos fazendo felizes, nos tirando e nos dando tantas coisas, tanto ruins, quanto boas. Só o tempo decide o que vai nos acontecer, ele é algo que muda de repente, assim como o vento que sopra as folhas das árvores.
  Muito ja reclamei como o tempo passa rápido quando algo bom está acontecendo, mas não, o tempo está na mesma velocidade, apenas parece passar mais rápido pois estava distraído. Mas se o tempo parece passar tão rápido com coisas boas, por que em momentos ruins ele parece nunca mudar? Porque estamos preocupados demais com ele... O tempo, torno a dizer, algo tão maravilhoso, nos mostra a vida como ela é, com seus momentos ótimos e que adoramos e seus momentos medonhos que desprezamos.
  Eu tenho muito medo do que o tempo pode fazer comigo, medo do que ele pode fazer com todos nós. Mas medo por que? Se sei que a vida não deve ser feita só de momentos bons, que o tempo não deve passar sempre rápido, pois precisamos ver as maravilhas que ele ja nos proporcionou. Logo que penso isso, sei que esse medo que tenho do tempo, é só questão de tempo, pois sei que um dia não terei mais esse medo, espera, não vou deixar o tempo passar pra ver que não tenho mais medo dele. Pronto, já não temo mais essa coisa monstruosa que é o tempo.
 Espero que o tempo que você tenha perdido lendo o que escrevi aqui, não seja apenas um tempo vazio que perdeu, mas um tempo valioso, que o que eu escrevi aqui, tenha ajudado de alguma coisa.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

  Eu sei que sempre faço muitas brincadeiras e piadinhas com tudo, assim pode parecer que não ligo paras as coisas e que não levo a sério, não é verdade, mesmo eu brincando, eu levo as coisas muito a sério sim, só não fico me estressando com a vida. Muito ja sofri nessa vida por levar tudo a sério, por sempre achar que meu problema era uma coisa ruim. Mas um dia eu acordei e vi que se eu continuasse a levar tudo tão a sério eu iria sofrer, então vi que era melhor eu brincar e rir da vida, rir dos meus problemas, rir do que há de ruim no mundo, pra poder entender como as coisas acontecem, poque se tu for ver, a vida é uma coisa muito triste, a forma com que algumas coisas acontecem. Então faça como eu, ria, apenas ria, resolva seus problemas, rindo deles, só assim eles vão parar de lhe afetar e tu vai ter uma vida bem mais feliz :)

domingo, 3 de agosto de 2014

A vida sempre vai tentar nos derrubar, de todas as formas, é preciso ter força e equilirio pra não cair, mas se cair, sempre tenha mais força ainda pra se levantar e mostrar quem está no controle.

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

As postagens aqui no blog estão paradas, eu sei.
Mas vou tentar sempre escrever algo legal pra vocês 
:)
 Eu não entendo porque algumas pessoas agem como se elas fossem as únicas que tem problemas na vida. Hoje pela manhã, fui no centro da cidade, com minha mãe e irmã, subi no ônibus e tinha um rapaz sem a perna, sentado no espaço da cadeira de rodas... O cobrado pediu algumas vezes pro cara sair e nada, depois de um tempo, ele saiu e sentou em outro lugar, mas ficou resmungando e falando coisas indiretamente pra mim, como " ele tá numa cadeira toda automática, por que eu tenho que dar lugar pra ele?" Não gosto de ficar me estressando, mas tive que falar umas verdades, bom, ele poderia escolher qualquer outro assento no ônibus, mas quis ficar ali, no único lugar onde eu posso ficar.
 Esse tipo de pessoa acha que eles são o centro de tudo, que tem o seus problemas e eles são piores que os de todo mundo. Como eu ja disse aqui, por mais que nossos problemas pareçam ruins, alguém sempre vai ter problemas piores, infelizmente.
 Enfim, fico triste com pessoas assim, mas acontece.